NOTÍCIAS


Diretor e sócio-proprietário das rádios Cristalina e Guaçu é agraciado com a Medalha Willy Barth

A  noite do dia 09 de dezembro de 2022, sexta-feira, marcou mais um importante capítulo da vida de Dr. Sérgio Avelino Campagnolo, que foi agraciado com a Medalha Willy Barth (para quem nasceu em Toledo). Título esse concedido em reconhecimento pelo trabalho desenvolvido na área da saúde, os quais contribuem muito para a promoção da população toledana. 

Dr. Sérgio, além de médico, é diretor e sócio-proprietário das rádios Cristalina de Nova Santa Rosa e Guaçu de Toledo. A proposta de concessão foi feita pelo presidente do Legislativo de Toledo, Leoclides Bisognin, que ao lado do prefeito Beto Lunitti, e do vice-prefeito Ademar Lineu Dorfschmidt, realizou a entrega da honraria.

Em seu discurso, Dr. Sérgio destacou alguns pontos de sua trajetória na política e na medicina, como também, a influência de seu pai Dr. Avelino Campagnolo nas suas escolhas e o que deixam realizado. Agradeceu também a sua esposa Maria de Fátima, que nos momentos de ausência para cuidar de pacientes ou então da pasta da saúde de Toledo, cuidou da casa e dos filhos.  

HISTÓRICO

Por meio do Projeto de Resolução nº 6, da Mesa da Câmara, foi proposta a outorga da Medalha Willy Barth a Sergio Avelino Campagnolo.

O médico é natural de Toledo, sendo filho do também médico e ex-prefeito Avelino Campagnolo e tendo ocupado o cargo de secretário da Saúde na gestão do falecido prefeito Luiz Alberto Araújo. Casado com a também médica e ex-vereadora e presidente da Câmara Maria de Fátima Quirino Campagnolo, Sérgio é pai de Andre Avelino Campagnolo, Paula Luiza Campagnolo e Maria Thereza Campagnolo, todos também médicos, além de avô de João Antônio, de 10 meses de idade, filho de Paula Luíza.

Sérgio é irmão de Orley Alvaro Campagnolo e ambos seguiram o caminho da medicina como o pai. A irmã Geraldine Campagnolo Patino é graduada em Administração Hospitalar e realiza a gestão do hospital, como também o irmão Luciano, o caçula, que também integra a administração do hospital. 

A família Campagnolo tem como legado deixado pelo pai o hospital fundado ainda no final da década de 1950. Era nele que Avelino Campagnolo se sentia realizado, tanto que mesmo ao passar dos 90 anos de idade estava lá, de jaleco branco andando de uma sala para outra encaminhando os pacientes. Nas manhãs de domingo, assumia a sala na administração do hospital para a sequência de suas atividades, compartilhadas com a esposa e com os filhos, sendo que Sergio e Orley também são médicos reconhecidos em suas especialidades.

Na gestão do prefeito Luiz Alberto de Araújo (in memorian), no período 1989/1991, tendo como vice-prefeita – Rosali Maria Mazziero de Campos, Sérgio Avelino Campagnolo foi secretário da Saúde.

Na época foi implantada a coleta seletiva do lixo hospitalar em hospitais, farmácias e clínicas, com destinação final em aterro sanitário próprio. Na área de saúde curativa o sistema foi estruturado com a municipalização da assistência ambulatorial, dos serviços de vigilância sanitária e epidemiológica e a divisão da cidade em seis regiões polo. Dentro da programação estabelecida foi construído o Mini Hospital Jorge Milton Nunes, na Vila Pioneiro, com atendimento 24 boras, sete dias por semana, numa medida de alto alcance na saúde curativa. O Mini Hospital em tempo integral funcionava também como pronto-socorro, principalmente no período noturno, contando para isso com enfermaria equipada com quatro leitos. Durante este período de trabalho no mínimo dois médicos prestavam plantão, contratados pela prefeitura através da Unimed. Foram construídos ainda mais cinco postos de saúde, com projetos de prédios bonitos e funcionais, aponta a justificativa da proposição, reforçando a estrutura no setor em bairros e localidades.

Com Oeste Notícias




12/12/2022 – Rádio Cristalina

SEGUE A @RADIOCRISTALINA

(45) 3253-2559

radiocristalina@live.com
Nova Santa Rosa – PR

NO AR:
SUPER DOMINGUEIRA